22 alimentos prejudiciais aos cães

Evite que o seu cão tenha muita liberdade na cozinha. Existem muitos itens inofensivos para nós na nossa cozinha que podem prejudicar o seu cão. Por exemplo, o fermento e o bicarbonato de sódio são altamente tóxicos. Também a noz-moscada e outras especiarias. Manter os alimentos fora do alcance do seu cão e manter as portas da despensa fechadas, irão ajudar a proteger o seu amiguinho de doenças graves relacionadas com a alimentação.

Acha que o seu cão comeu o que não devia?
Os cães exploram com a boca. Não importa que você seja muito cuidadoso, é sempre possível que seu cão possa encontrar e engolir o que não deve. Por isso é uma boa ideia ter sempre consigo o número de emergência do seu veterinário.

lista de alimentos venenosos para os caes

O que o seu cão pode comer
Pode garantir ao seu cão uma dieta saudável e equilibrada. Peça ao seu veterinário para lhe recomendar uma ração de qualidade. Uma alimentação adequada dá ao seu animal de estimação todos os nutrientes de que ele necessita para uma vida ativa e saudável. Mas isso não significa que você não pode, por vezes, dar ao seu cão a alimentação humana como um tratamento especial – desde que a quantidade seja limitada, e os alimentos sejam cozidos, puros e não gordurosos ou muito temperados.

 

Lista de 22 alimentos prejudiciais aos cães

  1. Abacate
  2. Açúcar
  3. Álcool
  4. Alho, cebola e cebolinho
  5. Alimentos gordos
  6. Ameixas, pêssegos e diospiros
  7. Café, chá e bebidas energéticas
  8. Amendoins
  9. Carne e peixe cru
  10. Carne gorda e ossos
  11. Chocolate
  12. Cogumelos
  13. Doces e Gomas
  14. Leite e derivados
  15. Louro e noz-moscada
  16. Fermento de Massas
  17. Nozes de macadâmia
  18. Ovos crus
  19. Ossos
  20. Partes verdes da batata, tomate ou ruibarbo
  21. Sal
  22. Uvas e passas

 

lista de alimentos venenosos para os caes

 

Abacate
Pode pensar que o abacate é muito bom para si – mas não deve dá-lo ao seu cão. Os abacates contêm uma substância chamada Persin. É inofensiva para os seres humanos que não são alérgicos. Mas é altamente tóxico na maioria dos animais, incluindo os cães. Apenas uma pequena quantidade pode fazer o seu cão vomitar e ficar com diarreia.

Açúcar
Alimentos e bebidas com muito açúcar farão o mesmo estrago nos cães que fazem nos seres humanos. Podem levar à obesidade, problemas dentários e até mesmo diabetes.

Álcool
Cerveja, vinho, licor, alimentos que contenham álcool – nada disto é bom para seu cão. O álcool tem o mesmo efeito sobre o fígado de um cachorro e cérebro que ele tem sobre os seres humanos. Mas para os animais ainda é pior. Basta um pouco para causar vómitos, diarreia, depressão do sistema nervoso central, problemas de coordenação, dificuldade respiratória, coma e até a morte. E, quanto menor o cão, maior o efeito.

Alho, cebola e cebolinho
O alho, a cebola e o cebolinho contêm na sua composição uma substância que provoca a destruição dos glóbulos vermelhos, podendo causar anemia e aparecimento de sangue na urina, caso os animais consumam alimentos temperados com estes ingredientes. Em casos de anemia grave, o animal pode vir a necessitar de uma transfusão de sangue no veterinário.
Como os sintomas da anemia podem demorar a manifestar-se, se sabe ou suspeita que o seu animal ingeriu estes ingredientes, é preferível levá-lo ao veterinário mesmo que ainda não tenha reparado nada de estranho nele.

Alimentos com muita gordura
Podem ser muitos perigosos devido às altas concentrações calóricas. Além de provocar obesidade, um problema que afeta cada vez mais cães e gatos, a gordura em excesso pode provocar vómitos, diarreia e danificar o pâncreas do seu animal.
Tenha especial cuidado, uma vez que os cães e os gatos tendem a sentir-se atraídos e a “roubar” alguns alimentos ricos em gorduras, das nossas mesas e até de caixotes do lixo. Até mesmo nas rações, eles costumam preferir as rações mais ricas em gordura, pelo que a escolha de ração de qualidade e equilibrada é muito importante. O veterinário ajuda-o a escolher.

cao-come-o-que-nao-deve-2

Ameixas, pêssegos, diospiros e outros frutos com caroço
O problema com estas frutas são as sementes ou caroços. As sementes dos diospiros podem causar a inflamação do intestino delgado em cães. Elas também podem causar obstrução intestinal. A obstrução é também uma possibilidade, se um cão come o caroço de um pêssego ou ameixa. Além disso, o caroço do pêssego e ameixa contém cianeto, que é venenoso para os seres humanos e cães. A diferença é que os humanos sabem que não se pode comer. Os cães não.

Amendoins
Os amendoins devem ser mantidos longe do seu cão, sobretudo se ele for alérgico (ou se não tiver a certeza que não é). Nestes casos, o simples cheirar de um amendoim pode desencadear uma forte reação alérgica no seu animal.

Café, chá e bebidas energéticas
Estas bebidas podem conter cafeína, que em grandes quantidades podem ser fatais para um cachorro. E, não há antídoto. Os sintomas de intoxicação da cafeína incluem agitação, respiração acelerada, palpitações, tremores musculares, convulsões e sangramento. Além de chá e café, a cafeína pode ser encontrada no cacau, chocolate e vários refrigerantes. E também em alguns medicamentos para a gripe e analgésicos.

o que o cao nao pode comer

Carne e peixe cru
A carne e o peixe cru podem conter bactérias que causam intoxicação alimentar. Além disso, certos tipos de peixes como o salmão, truta, sável e esturjão podem conter um parasita que causa a “doença dos peixes.” Se não for tratada, a doença pode ser fatal dentro de 2 semanas. Os primeiros sinais da doença são vómito, febre e gânglios linfáticos inchados. Cozinhe muito bem a carne e o peixe para matar os parasitas e proteger o seu cão.

Chocolate
A maioria das pessoas sabe que o chocolate faz mal aos cães. O agente tóxico no chocolate é a teobromina, existente em todos os tipos de chocolate, mesmo o chocolate branco. Os mais perigosos são os de chocolate amargo e chocolate sem açúcar fermentado. Comer chocolate, pode fazer um cão vomitar, ter diarreia e ter sede excessiva. Ele também pode causar alteração do ritmo cardíaco, tremores, convulsões e a morte. É um dos casos mais conhecidos de alimentos que os cães e os gatos não podem comer. É preciso ter especial cuidado com os cães, que se sentem tão atraídos como nós pelo sabor doce do chocolate. Existem biscoitos próprios nas lojas de animais para poder dar “um docinho” ao seu cão ou ao seu gato, sem colocar em risco a sua saúde.

Cogumelos
Pode ser um alimento bastante tóxico para cães e gatos, provocando problemas gástricos, de coração, fígado, rins e outros. Em casos graves pode ser fatal.

Doces e gomas
Goma de doces, pasta de dentes, produtos de panificação, e alguns alimentos “light” são adoçados com xilitol. O xilitol pode causar um aumento na insulina que circula através do corpo do seu cão. Isso pode diminuir o açúcar do sangue do seu cão e levar à insuficiência hepática. Os sintomas iniciais são vómitos, letargia e perda de coordenação, podendo levar a convulsões.

Leite e derivados
Num dia quente, pode ser tentador partilhar um bocadinho do seu gelado com o seu cão. Mas o leite e os produtos derivados do leite podem causar diarreia e outros problemas digestivos, além de causar alergias alimentares (que muitas vezes se manifestam como comichão).

Louro e noz-moscada
Estes condimentos podem provocar convulsões, danos no sistema nervoso central e até mesmo a morte. A toxicidade destes alimentos estende-se a nós próprios, pelo que também devemos ter moderação.

Fermento de Massas
Como ele incha, a massa pode esticar o abdómen do cão e causar dor severa. Além disso, quando a levedura fermenta a massa para fazê-la subir, produz álcool, que pode levar a intoxicação por álcool.

o que o cao nao pode comer

Nozes de macadâmia
Os cães não devem comer alimentos que contenham este tipo de nozes, porque pode ser fatal. Apenas 6 nozes de macadâmia torrada ou crua podem fazer um cão adoecer. Os sintomas de envenenamento incluem tremores musculares, fraqueza ou paralisia dos membros posteriores, vómitos, temperatura corporal elevada e frequência cardíaca rápida. Comer chocolate com nozes irá piorar os sintomas, levando à insuficiência renal e possível morte.

Ovos crus
Há dois problemas com os ovos crus. O primeiro é a possibilidade de intoxicação alimentar por bactérias como a E. coli ou Salmonela. A segunda é que uma enzima em ovos crus interfere com a absorção de vitamina B em particular. Isto pode causar problemas de pele, além de problemas com o pelo do seu cão.

Ossos
Os ossos podem fazer com que eles se engasguem, sufoquem e até podem perfurar algum órgão interno. Se pretender dar um osso ao seu cão, como presente, é melhor comprar um osso fabricado especialmente para eles, disponível em qualquer loja de animais.

Partes verdes da batata, tomate ou ruibarbo
O consumo destes alimentos pode provocar distúrbios no sistema digestivo, nervoso e urinário.

Sal
Não é uma boa ideia compartilhar alimentos salgados, como batatas fritas, com o seu cão. Comer muito sal pode provocar sede excessiva e intoxicação. Os sintomas de excesso de sal incluem vómitos, diarreia, depressão, tremores, temperatura corporal elevada e convulsões, podendo até causar a morte.

Uvas e passas
As uvas e as passas têm sido frequentemente utilizados como comida para cães. Mas não é uma boa ideia. As uvas e passas podem causar falência renal em cães. E apenas uma pequena quantidade pode fazer um cão adoecer. Vómitos seguidos e hiperatividade são os primeiros sintomas. Apenas no espaço de um dia o seu cão ficará letárgico e deprimido. A melhor prevenção é manter as uvas e as passas longe do seu cão.

 

Se necessitar de mais informações, ligue-nos!

Texto compilado e editado de várias fontes, incluindo o site Mundo dos Animais.

 

 

Recommended Posts