Cães e gatos precisam de cuidados especiais no outono

É oficial, chegou o outono. Embora se por um lado o tempo mais fresco seja bem-vindo para alguns, os tutores devem ficar atentos aos cuidados com os seus animais, nesta época do ano. A estação traz consigo dias mais frios e chuvosos. Quem tem cães precisa de ficar atento pois a mudança de temperatura, com o ar mais frio nas madrugadas e manhãs, os patudos podem ficar suscetíveis a alguns problemas de saúde.

Os animais domésticos exigem alguns cuidados especiais para evitar doenças, principalmente as respiratórias e articulares.

O outono exige cuidados especiais com os animais de estimação. Os animais idosos sofrem mais com a humidade e o frio característicos da estação, esses fatores aumentam os sintomas de dor em cães e gatos, principalmente nas articulações. O tutor precisa de prestar atenção e, caso perceba que seu companheiro de 4 patas está a sofrer, deve levá-lo ao veterinário. Um profissional vai examiná-lo, indicando assim, o melhor tratamento.

A gripe é uma das principais ameaças trazidas pela mudança de tempo. Ela pode ser prevenida com a vacinação do animal. Outras infeções também podem acontecer em virtude da queda de temperatura.

Outra boa dica é usar roupas próprias para animais, principalmente, se o cão tem pêlo curto. Também é bom evitar que o animal, mesmo agasalhado, durma em locais com correntes de vento e exposto ao frio. No caso do banho, evite os horários mais frios, como de manhã cedo, ou de noite. É importante também não deixar o animal secar-se sozinho ao vento. Alguns pontos que devem ser observados:

Alergias de outono

É comum os cães terem erupções alérgicas na pele durante o outono. Caso o cão tenha espirrado mais que o de costume, comesse a bufar, roncar e dar sinais de corrimento nasal, ele pode estar a manifestar uma alergia ou rinite. Se houver suspeita de reação alérgica, o animal deve ser levado ao veterinário o quanto antes.

Manter o cão ativo

Nos dias mais frios, muitas pessoas passam a levar os seus cães para passear com menor frequência. É importante que o cachorro mantenha o mesmo nível de atividade que tinha no verão. Se o desânimo começar no outono, há chances de piorar no inverno, o que pode prejudicar o seu companheiro canino. O animal pode aproveitar o clima mais brando, cheirar as folhas que caem das árvores e, principalmente, manter os níveis de exercício e lazer, que são tão importantes para ele.

Problemas oftalmológicos

Durante essa época do ano os problemas nos olhos dos animais também aumentam. O tempo seco reduz a quantidade de lágrimas produzidas, deixando-os mais vulneráveis à poluição, aos vírus e às bactérias. É importante manter a higiene da região dos olhos sempre em dia.

Cuidado com as carraças

A infestação de carraças nos cães é outra situação típica do outono. Portanto é preciso prevenir essa exposição, mantendo os animais mais afastados dos campos, pelo menos neste período. Comprimidos e medicamentos tópicos que protegem os cães e gatos de carraças também são uma forma de proteger os peludinhos.

Seguindo essas dicas, é possível aproveitar o tempo fresco ao lado do seu amigo de todas as horas. O importante é estar sempre atento ao animal, e caso qualquer alteração incomum aparecer, tratá-la o quanto antes.

Fonte: animaisdecompanhia.com.br

Recent Posts