2017: Identificados 441 casos de cães com leishmaniose em Portugal

A Direção Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) publicou recentemente o relatório das ocorrências de agentes zoonóticos em animais em Portugal Continental entre 2014 e 2017.

De acordo com o documento, em 2017, foram identificados nas campanhas oficiais de vacinação antirrábica 441 casos de cães com leishmaniose, um aumento face a 2016.A DGAV revela também que foram identificados 208 cães suspeitos de sarna e 42 cães suspeitos de dermatofitoses.

No caso dos gatos não foram identificados suspeitos em nenhuma das zoonoses.

 

Fonte:
Veterinária Atual

Recent Posts